segunda-feira, julho 31, 2006

Parabéns Playboy!

A revista Playboy está sempre comemorando alguma coisa. O espírito festeiro e descontraído do senhor Heffner, fundador da revista, está presente no dia a dia da marca. Este anúncio, criado pela agência Neogama BBH de São Paulo, foi criado para comemorar os 31 anos da revista no mercado brasileiro. Em apenas uma página conseguiram retratar uma viagem ao tempo, em termos sexuais. Muito irônico e verdadeiro.

Rabbits Multiply

No final de junho a Volkswagen anunciou que, depois de 22 anos, trocaria a marca Golf no mercado norte-americano pela marca Rabbit, nome inicial de lançamento do modelo nos Estados Unidos (em 1974) e que acabou sendo substituído pouco mais de uma década depois, em 1985, pela marca global Golf. A campanha foi toda criada pela agência Crispin Porter + Bogusky de Miami, e continha uma série de comerciais televisivos que mostravam a vida sexual e ativa dos coelhos. O primeiro comercial da série, intitulado "Rabbit Multiply", mostrava o novo modelo da Volkswagen como se fosse um coelho. Podemos ver dois automóveis, um branco e um preto, entrando em um túnel e saindo outros vários, em uma clara alusão ao poder de reprodução dos coelhos. A cena se repete mais vezes e a cidade é invadida por inúmeros VW Rabbit. No final do comercial entra a frase "It’s back @ $14,990". A trilha sonora do comercial é “Birds and the Bees”. Na realidade o modelo, que é o mais vendido da Volkswagen no mundo com um terço das vendas globais, nunca emplacou nos Estados Unidos, e a tentativa de cativar consumidores mais jovens foi a maior aposta da campanha.
-

A Conta

Encarte simulando um cupom de compra detalhando todos os 66 opcionais do Fiat Stilo. Esta ação foi veiculada na revista Veja e criada pela agência Giovanni FCB de São Paulo. Uma forma diferente de utilizar uma mídia tradicional.

AXE Bus

Utilizar ônibus como mídia não é nenhuma novidade. Muitas ações foram realizadas usando este veículo para conseguir uma penetração maior. Porém, quando a ação acontece em um país como o Dubai, acaba ganhando outro significado, pois apesar de ser cosmopolita, ainda é uma nação islâmica conservadora. Na ação criada pela agência Lowe, vemos a utilização de um ônibus para mostrar uma casa cheia de mulheres se divertindo com um homem que usa o desodorante AXE. Totalmente dentro do conceito e posicionamento que a marca vem utilizando em sua comunicação durante anos.

Found at: AdsoftheWorld

Say Cheese

Absolutamente fantástico este outdoor criado pela agência Ogilvy de Johannesburg para divulgar o Audi RS6. A sigla RS significa (Racing Speed), então podemos imaginar a potência deste automóvel e principalmente a velocidade que atinge. Certamente os proprietários de uma máquina como esta, não estão muito preocupados em serem flagrados pelos radares. Partindo disso, os criativos criaram outdoors, estrategicamente posicionados em frente à radares fotográficos de velocidade, com uma simples frase: "Say Cheese", uma expressão americana para sorrir ao ser fotografado.
-

Coupons of Stella Artois

Os americanos são fanáticos por cupons de descontos. Existem revistas especializadas para satisfazer o apetite voraz deste povo consumista. Esta ação é uma grande prova disso. Criada pela agência Lowe de New York para a cultuada cerveja Stella Artois, estes cupons são completamente diferentes dos usuais. A cerveja Stella Artois prima pela alta qualidade. E cupons geralmente estão relacionados a preço, entenda-se descontos. Quando esses dois fatores contraditórios são colocados juntos, o resultado é óbvio: "Pay More" (Pague Mais). E estes cupons, que foram veiculados em jornais de bairros, ao invés de serem de descontos, eram para se pagar mais por uma Stella Artois. Tudo a ver com o slogan e o posicionamento "Reassuringly Expensive" adotado pela marca em toda sua comunicação.
-

To Remember: Xbox

Resolvi postar hoje dois comerciais emblemáticos, e por outro lado polêmicos, criados pela agência londrina da BBH para o console da Microsoft chamado XBOX. Este primeiro comercial foi marcante e começou nos dizendo de uma forma fantástica porque devemos nos divertir mais. O filme “Mosquito” é apresentado como um pseudo-documentário da natureza que tem início dentro de uma selva. A câmera mostra um mosquito que voa sem destino enquanto ouvimos o som da batida de suas asas. Outros mosquitos se juntam ao primeiro, criando um enxame que parece soar como uma música. Todos os outros animais também desfrutam do som. Então o narrador explica: “No começo a natureza nos deu um dom fantástico: a música. Nós tocávamos e tocávamos. A vida era uma melodia”. Vemos milhares de mosquitos zumbindo e criando uma verdadeira sinfonia na selva. O locutor continua: “Mas um dia, uma voz nos falou: arrume um trabalho! Assim nós sugamos, sugamos e sugamos. Pais, mães, crianças, todos sugavam. E perdemos nosso dom, nos tornamos músicos ruins. Tão ruins!”. É então que vemos mosquitos trabalhando em seu novo emprego, e de músicos geniais passaram a ser uma forma de vida miserável. Eles sugam o sangue humano e toda vez que tentam tocar sua música, as pessoas respondem com tapas. No final, podemos ver vários mosquitos mortos no chão enquanto uma criança brinca com seu carrinho. O narrador adverte: “Humanos, possuem um dom natural para brincar. Não o perca.”. Entra então a assinatura do Xbox e a voz conclui: “Trabalhe menos, jogue mais.”. O conceito do comercial é o elemento chave de toda a campanha do console da Microsoft. O comercial destaca-se pelo seu visual, uma bela direção de arte aliada a efeitos visuais realísticos. Vale ressaltar que nehum mosquito real foi utilizado na produção do anúncio, toda a selva e muitos dos animais foram criados digitalmente pela renomada Framestore CFC.
-
-
Este outro comercial, lançado em 2001, foi o segundo da campanha para a divulgação do console Xbox. A proposta e o conceito são chocantes e polêmicos, mas excepcionais. Intitulado de “Champagne”, o comercial com 50 segundos de duração, fez um sucesso tremendo e ao mesmo tempo causou muita polêmica, tendo sua veiculação suspensa na Inglaterra. A justiça inglesa entendeu que a propaganda feria o público por ser de certa forma violenta. Na época, mais de 136 pessoas expressaram sua indignação com relação ao comercial. O anúncio mostra uma mulher na hora do parto, onde a criança é literalmente “expelida” em velocidade supersônica pela janela do hospital. Rotacionando ao redor da terra, a cena mostra o bebê crescendo rapidamente até virar criança, depois jovem, adulto, idoso até finalmente cair, direto dentro de um túmulo. E no final o título: “Life is shot. Play more” (A vida é curta. Jogue mais). É uma espécie de micro-épico, onde vemos passar toda a vida de um homem resumida em segundos com um conceito forte e chocante. Mesmo com toda a polêmica em torno do comercial, acabou ganhando fama mundial e conquistando muitos prêmios.
-

quinta-feira, julho 27, 2006

Superman Guerrilha

Nos últimos dias tivemos a honra de acompanhar vários lançamentos de filmes interessantes nos cinemas. Um deles foi Superman: O Retorno. E trago aqui hoje duas ações de guerrilha que utilizam as principais características do super-herói em questão.
-
A primeira ação foi criada pela agência brasileira da JWT utilizando o elevador como mídia. O efeito visual ficou perfeito e impactante.
---
-
Esta segunda ação foi criada pela agência 10 Advertising para a pré-estréia do filme na rede de cinemas UGC na cidade de Antuérpia na Bélgica. O homem de aço deixou sua marca nos postes localizados próximos aos cinemas.
-

terça-feira, julho 25, 2006

Instinto Aquático

Há tempos atrás mostrei uma campanha (que pode ser vista aqui) para a marca esportiva Arena, especializada em produtos para natação, criada pela agência italiana da Lowe. Esta é mais uma peça que reforça o tradicional slogan "Water Instinct". Bela direção de arte para uma idéia bastante simples.

segunda-feira, julho 24, 2006

Micro Vision

Campanha criada pela agência Leo Burnett de Sydney para o lançamento do Game Boy Micro da Nintendo. Os anúncios mostram criaturas que podem somente serem vistas através de microcópios jogando o novo "brinquedinho". A campanha comunica de uma forma interessante a principal característica do produto: seu tamanho diminuto.



segunda-feira, julho 17, 2006

Chimp Week

Esta campanha foi criada pela agência Saatchi & Saatchi de Auckland para o Wellington Zoo, um tradicional zoológico da cidade. O objetivo era comunicar ao público a semana dos chimpanzés, e para isso, os criativos colocaram outros animais nada ágeis fazendo "macaquices". O texto contido nos anúncios é “Celebrate Chimp Week - March 26 to April 2″. Uma idéia simples e objetiva.
-

Let's Motor

Essa duas ações de Marketing de Guerrilha para a britânica MINI são uma fiel tradução, não somente do conceito adotado pela marca, como de toda sua comunicação.
-
A primeira foi criada pela agência Colenso BBDO de Auckland, e utiliza objetos da cidade (postes, tampas de bueiros e sinalização) como parte integrante e ativa da mensagem que está sendo comunicada. Nos tempos atuais, onde o trânsito é caótico, os espaços restritos e a pressa uma rotina, é preciso um automóvel que responda rápido e agilmente. Não por acaso as principais virtudes de um MINI. Por isso Let's Motor.
-

A segunda ação, criada pela agência alemã Jung Von Matt, mostra de uma maneira criativa e divertida uma das principais característica do veículo: Espaço (SIZE). A entrada/saída do metrô se torna uma mídia poderosa, conseguindo transmitir ao público a mensagem de uma forma diferente da usual.

Global Warming

A agência francesa BDDP & Fils resolveu criar duas peças impressas, inteligentes e criativas, dando uma pequena demosntração do que acontecerá se continuar o aquecimento global de nosso planeta. O texto diz "Take action on global warming". Isto é simplicidade criativa.
-

There's no Freedom Without Freedom of the Press

Outra ação interessante de Marketing de Guerrilha criada pela agência DDB de Bruxelas para a organização Reporters Without Borders em 2005. A ação tinha como objetivo comunicar que vários jornalistas estavam presos e sendo torturados, sem poder exercer livremente sua profissão, em países onde a liberdade de imprensa praticamente não existe. Caixas de som instaladas nos respiros do metrô foram espalhadas por regiões movimentadas da cidade de Bruxelas, emitindo som de uma pessoa sendo torturada. Ao olhar para baixo, os pedestres viam adesivos colados juntos a essas grades, que passavam a idéia de uma prisão, com o texto "Today 133 journalists are imprisioned and tortured all over the world" (Hoje 133 jornalistas estão presos e sendo torturados em todo o mundo). Não existe liberdade sem liberdade de imprensa.
-

So I Choose

Nem só nos países ditos subdesenvolvidos o desrespeito aos portadores de deficiência física ocorre. Esta ação de Marketing de Guerrilha foi criada pela agência LG&F de Bruxelas para a Brussels Equal Rights Organisation, uma organização que luta pelos direitos dos deficientes físicos. A ação consistia em colocar panfletos em carros que insistiam estacionar em vagas reservadas exclusivamente para deficientes físicos, sem que seus donos tivessem qualquer tipo de deficiência. A mensagem era clara e direta: Se você quiser estacionar nesta vaga novamente escolha uma das opções como amputação da perna direita, da perna esquerda, paraplegia, esclerose múltipla, entre outras alternativas. Ou seja, deixe a vaga livre para quem realmente precisa. Mais de 46 mil panfletos foram "distribuídos", chamando a atenção da mídia. Como podemos ver, não é somente no Brasil que o desrespeito ao deficiente físico acontece.
-

Via Adverbox

domingo, julho 16, 2006

Discovery World

Achei simplismente fantástico este anúncio criado pela agência Ogilvy & Mather da Índia para o canal Discovery Channel. Podemos ver um mapa do mundo caracterizado de uma forma interessante e inteligente. Reparem como os Estados Unidos e o Brasil são descritos. O slogan diz "There's More To The World". Clique na figura para ampliar ou clique aqui para ver em tamanho gigante e divirta-se.
-

quinta-feira, julho 13, 2006

Playstation é Controvérsia

A Sony está sendo acusada de racismo e causando uma enorme polêmica nos últimos dias. Tudo por conta da nova campanha, iniciada na Holanda, para o Playstation Portable White. A controversa campanha exibe em um outdoor a cena de uma modelo branca (com cabelos e roupas brancas) e outra negra (toda de preto) duelando entre si. No outdoor com fundo preto, podemos ver a caucasiana subjugando agressivamente a sua oponente ao lado do slogan "PlayStation Portable White is coming" (PlayStation Portable Branco está chegando). A sony se pronunciou dizendo que foram feitas mais de 100 imagens, contrastando a imagem do PSP Preto com a PSP Branco. "Todas as imagens criadas para a campanha foram feitas para mostrar esse contraste nas cores dos PlayStation, e não têm outra mensagem ou propósito". A campanha, criada pla agência 180/TBWA, acabou sendo retirada de circulação pela própria empresa. Depois de toda a polêmica causada, o objetivo foi amplamente alcançado, ou seja, todos sabem que o novo PlayStation Branco seria lançado.
-
-
Não é primeira vez que a Sony (entenda marca PlayStation) se envolve em polêmica. Em outubro do ano passado foi veiculada uma propaganda na Itália que causou espanto em boa parte dos católicos. A propaganda mostrava a imagem de um jovem com uma coroa de espinhos feita com os tradicionais símbolos que representam a marca PlayStation e trazia a frase "Dez anos de paixão". A Igreja Católica protestou e a Sony retirou a campanha, dizendo que o "espírito da mensagem não foi compreendido".

quarta-feira, julho 12, 2006

Plug In Poster

Se existe uma coisa que sou fascinado na pubicidade é o Advertainment, uma maneira de mesclar informação comercial com entretenimento. Esta campanha é um grande exemplo disso. Criada pela agência BBDO de Toronto para a Pepsi, a ação era composta por cerca de 100 posters instalados em vagões do metro das cidades de Toronto e Vancouver. Até aí nada de mais. Porém, cada poster possuía uma entrada de áudio onde poderia ser conectado qualquer headphone, permitindo ouvir uma amostra, de 30 segundos, de canções exclusivas do site pepsiaccess.ca. O texto diz: "Exclusive Music. We got it. You want it. Get your PIN. Get online. Get the stuff". Existiam 12 amostras diferentes de músicas como "Crazy" do Gnarls Barkley. Além disso, cada Pepsi vinha com um código PIN, que dava acesso ao conteúdo musical exclusivo e ingressos para shows no site. Como dizia um antigo slogan da Pepsi "The choice of a new generation". Isso é publicidade moderna.
-

Obituário de Insetos

Este anúncio de jornal foi criado pela agência Carillo Pastore Euro RSCG de São Paulo para o inseticida Rodasol Ação Total, produzido pela Reckitt Benckiser. O anúncio, intitulado "Deceased", foi criado em forma de obituário. Os textos são originais e inteligentes. Antes que me perguntem, o anúncio está em inglês pois foi inscrito no Festival de Cannes deste ano.
-

terça-feira, julho 11, 2006

Meteoro PEBL

A Motorola lançou no mercado em 2005 o sofisticado aparelho celular chamado "Pebl" através de um comercial fantástico visualmente. O filme é uma espécie de documentário, mostrando como o modelo Pebl foi esculpido pela natureza. O comercial tem início com a queda de um meteoro na Terra. Um fragmento deste meteoro é esculpido pela natureza através das transformações pelas quais a Terra passou ao longo dos tempos, até ser encontrado, já na forma do celular, por uma pessoa em uma praia. A Campanha foi criada pela agência 180/TBWA de Amsterdam com produção da Anonymous Content. Os fantásticos efeitos especiais ficaram a cargo da californiana Digital Domain. O comercial em alta definição pode ser baixado aqui. O filme do Making Of com 2.5 minutos pode ser baixado aqui.
-

segunda-feira, julho 10, 2006

Rediscover The Power of Writing

Nos tempos da era digital, a caneta pode se tornar, em pouco tempo, um instrumento antiquado, apenas um símbolo de um período nostálgico da escrita. Hoje em dia temos computadores, palm-tops, ceulares e muitos outros equipamentos para facilitar a comunicação.
-
Porém, uma campanha criada pela agência TEAM/Y&R de Dubai para a luxuosa marca Montblanc, nos lembra que não há nada mais charmoso, elegante e prazeroso que a escrita. Nos anúncios podemos ver uma agenda eletrônica e um teclado de computador que foram desenhados com uma caneta, obviamente uma Montblanc. A assinatura dos anúncios diz: "Rediscover The Power and Pleasure of Writing" (Redescubra a força e o prazer da escrita).
-

Cola-Cola

Ação de Guerrilha crida pela agência DDB de Lima no Peru para a Redess Jovenes, uma ONG dedicada a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Consistia em colar sigilosamente adesivos nas costas de pedestres desatentos, que posteriormente descobririam o adesivo com o seguinte texto: "Você pode portar o vírus do HIV sem saber. Faça um teste". Uma ação ousada, já que muitos não devem ter gostado da idéia. Mas, Marketing de Guerrilha é isso mesmo. Tenho certeza que a mensagem foi comunicada.
-

Slogans - Hall Of Fame


Resolvi lançar mais uma categoria do Cérebro Criativo Hall of Fame. Desta vez trarei os melhores slogans da propaganda mundial e brasileira. Slogans geralmente refletem o conceito de uma marca, mas muitas vezes deixam marcas em um conceito. Os slogans cumprem importante papel para a fixação da imagem da marca. Originariamente a palavra slogan vem do gaélico, língua falada pelo povo celta, e significava "grito de guerra". Muitos se tornam ícones de uma marca. Grandes Slogans são feitos por grandes publicitários, mas nem sempre para grandes marcas. Os melhores, mais criativos, inteligentes e conhecidos slogans do século são:

Mundial

7 UP - The Uncola. (1973, JWT)

Adidas - Impossible is nothing. (2004, 180/TBWA)
American Express - Don’t leave home without it. (1975 , Ogilvy & Mather)
Apple Macintosh - Think Different. (1998, TBWA Chiat/Day)
Audi - Vorsprung Durch Technik. (1984, BBH)
Avis Rent A Car - We're number two. We try harder. (1962, DDB)

BMW - The Ultimate Driving Machine. (1975, Ammirati Puris)
British Airways - The World’s Favourtie Airlines. 1983 (Saatchi & Saatchi)
Budweiser - The King Of Beers. (1957)
Burger King - Have it your way. (1973, BBDO)

California Milk Advisory Board - Got Milk? (1993, Goodby Silverstein)
Camel - I’d walk a mile for a Camel. (1921, N W Ayer)
Campbell’s Soup - M’m! M’m! Good! (1935, BBDO)
Carlsberg - Probably the best beer in the world. (1973, Saatchi & Saatchi)
Citibank - The Citi never sleeps. (1977, Wells Rich Greene)
Club Med - The antidote for civilization. (1982, Publicis)
CNN - Be the first to know. (2002)
Coca-Cola - Welcome to the Coke side of life. (2005, W+K)
Coca-Cola - Always Coca-Cola. (1993, McCann-Erickson NY)
Coca-Cola - The pause that refreshes. (1929)
Crest - Look, Ma, No Cavities! (1958, Benton & Bowles)

De Beers - A diamond is forever. (1948, N W Ayer)
Doritos - They taste as good as they crunch. (1973, BBDO)
Dunlop - Tested for the unexpected. (1996)

Energizer - It Keep going, and going and going. (1989)
Esso - Put a tiger in your tank. (1964, McCann-Erickson)

Fedex - Fast Talker. (1982)
Ford (Trucks) - Built Stronger to last longer. (1941)

Heineken - Heineken refreshes the parts other beers cannot reach. (1974)
Hertz - Let Hertz put y-o-u-u-u in the driver’s seat. (1961)
Honda - The power of dreams. (2001, Hakuhodo)

IBM - E-business on demand. (2003, Ogilvy & Mather)
IBM - Solutions for a small planet. (1994, Ogilvy & Mather)
Intel - Intel Inside. (1993)

Jaguar - Born to perform. (2003)
Jeep - Only in a Jeep. (1984)
John Deere - Nothing runs like a Deere. (1972, Gardner)
Johnnie Walker - Keep Walking! (2000)

KFC - Finger lickin’ good. (1952, Ogilvy & Mather)
Kit Kat - Have a break. Have a Kit-Kat. (1957, JWT)
Kodak - Sahre moments. Share life. (2001, Ogilvy & Mather)

Lay’s - Betcha can’t eat just one. (1981, BBDO)
Lego - Just Imagine... (1936)
L’Óreal - Because I’m worth it. (1967, McCann-Erickson)

M&M’s - M&Ms melt in your mouth, not in your hand. (1954, Ted Bates)
Marlboro - Come to Marlboro Country. (1965, Leo Burnett)
Marlboro - Come to where the flavor is. (1964, Leo Burnett)
Maxwell House Coffee - Good to the last drop. (1959)
McDonald’s - You deserve a break today. (1971)
Microsoft - Where Do You Want To Go Today. (1995, W+K)
Miller Lite - Tastes great, less filling. (1974)
Motorola - Inteligence everywhere. (2001, Ogilvy & Mather)

Nike - Just do it! (1988, W+K)
Nokia - Connecting People. (1994, Grey)

Pepsi-Cola - The choice of a new generation. (1984)
Philips - Let’s make things better. (1995)
Pirelli - Power is nothing without control. (1994, Y&R)
Playboy - Everything that
makes fun for men. (1975)
Playstation 2 - Fun, anyone? (2003, TBWA)
Polaroid - It’s so simple. (1977)

Saturn - Saturn. People First. (2005, Goodby Silverstein)
Saturn - A diferent kinf of company. A diferent kind of car. (1989)
Shell - Waves Of Change. (2003, JWT)
Sony - like.no.other. (2005, Y&R)
Sony - It’s a Sony. (1988)
Stella Artois - Reassuringly expensive. (1981, Lowe)

The Economist - Free enterprise with every copy. (1990, AMV BBDO)
The Financial Times - No FT, no comment. (1982)
The New York Times - All the news that’s fit to print. (1896, Direct)
Timex - It takes a licking and keeps on ticking. (1956)
Toyota - Moving Forward. (2000)
Toshiba - Hello Tosh, Gotta Toshiba? (1984, Gold Greenless Trott)

United Airlines - Fly the friendly skies. (1966, Leo Burnett)
U.S. Army - Be all that you can be. (1981, N W Ayer)

Visa - It’s everywhere you want to be. (1988, BBDO)
Volkswagen - Drivers wanted. (1995, Arnold Worlwide)
Volkswagen Beetle - Think Small. (1962, DDB)
Volvo - For life. (2001)

Xerox - The Document Company. (1994)

Wendy’s - Where’s the beef? (1984)
Wheaties - Breakfast of Champions. (1935)

Yellow Pages - Let your fingers do the walking. (1964, Geers Gross)

Tupiniquim

Bardahl - Tudo anda bem com Bardahl.

Bombril - Tem 1001 utilidades.

Bayer - Se é Bayer é bom. (1922)

Caloi - Não esqueça minha Caloi.

Bis - Quem pede um pede Bis.

Campari - Só ele é assim.

Dominó - Pise sem dó que a cera é Dominó.

Pirassununga 51 - Uma boa Idéia.

Carlton - Um raro prazer.

Elma Chips - É impossível comer um só.

Raider - Dê férias para seus pés.

Coca-Cola - Emoção pra Valer.

Coca-Cola - Sempre Coca-Cola.

Coca-Cola - Coca-Cola é isso aí.

Conhaque Dreher - Deu duro, tome um Dreher.

Danoninho - Vale por um bifinho.

Denorex - Parece mas não é.

Doril - Tomou Doril, a dor sumiu.

Du Loren - Você não imagina do que uma Du Loren é capaz.

Free - Pelo menos alguma coisa a gente tem em comum.

Lupo - A meia da loba.

Maggi - O caldo nobre da galinha azul.

Macdonald’s - Gostoso como a vida tem que ser.

Nescau - Energia que dá gosto.

Philco - Tem coisas que só a Philco faz pra você.

Playboy - As melhores coisas da vida.

Havaianas - Legítimas só Havaianas.

Semp-Toshiba - Os nossos japoneses são mais criativos que os japoneses dos outros.

Skol - A cerveja que desce redondo.

Kellogg’s - Desperte o tigre em você.

Sundown - O sol na medida certa.

Tostines - Fresquinho porque vende mais. Vende mais porque é fresquinho.

Brastemp - Não tem comparação.

BMW - Puro prazer de dirigir.

Rexona - Com Rexona sempre cabe mais um.

domingo, julho 09, 2006

Angel's Day Off

Um dos últimos comerciais da Volkswagen para o modelo Polo, criado pela agência DDB de Londres e intitulado "Angel's Day Off", promove a segurança que o modelo traz ao usuário de uma forma inteligente e perspicaz. O comercial tem início com uma panorâmica do centro do Rio de Janeiro, onde as pessoas levam sua vida cotidiana. Logo percebemos que cada uma dessas pessoas tem anjos da guarda atrás de si, zelando e pretogendo cada uma. Vemos pessoas sendo protegidas por seus anjos nas mais variadas situações como atravessar a rua, andar de bicicleta entre outras ações. Porém, nos chama a atenção um Anjo da Guarda que está de folga, passeando como um turista. E logo perguntamos: Por que não está protegendo ninguèm? A resposta somente é dada no final do comercial. Repare no forte conceito utilizado. O comercial foi filmado na cidade do Rio de Janeiro pela Academy Films e dirigido por Frédéric Planchon, com pós-produção da badalada Framestore CFC. O comercial em alta qualidade pode ser baixado aqui.

A campanha contava ainda com um site do VW Polo para o mercado britânico que utilizava o Anjo da Guarda e o texto: “Give your guardian angel some time off”.

Criatividade Social

A mídia revista pode muito bem, com um pouco de criatividade, se tornar atraente e interativa para o consumidor atingido pela mensagem em questão. Este anúncio impresso, criado pela agência Publicis Mojo de Auckland, para a campanha contra minas terrestres (Campaign Against Landmines) é um grande exemplo disso. Sachês de ketchup foram inseridos no anúncio para demonstrar o horror diário a que são submetidas as pessoas que vivem em territórios infestados com esses artefatos. Quando o sachê, que possui um par de pernas impressos, é aberto, o pé é terrivelmente ferido, simulando o que acontece quando alguém pisa em um mina terrestre. A mensagem impressa no sachê também pode ser lida na revista. O texto diz: "In 89 countries walk on mine is still routine" (Em 89 países pisar em uma mina ainda é rotina).


Esta outra campanha foi considerada uma das mais impactantes nos últimos tempos na Índia. Criada pela agência Ogilvy & Mather de Mumbai para a IAPA (Indian Association for Promotion of Adoption and Child Welfare), definitivamente é uma das mais badaladas dos últimos tempos, sendo premiada no One Show e conquistando Leão de Ouro no último Festival de Cannes. A campanha nos mostra crianças impressas em folhas de acetato e nas página normais duas situações bem diferentes que poderiam viver como dormir em uma cama aconchegante ou nas ruas. A campanha tinha como objetiva, além de chamar a atenção para a terrível situação das crianças abandonadas naquele país, incentivar a adoção.
-

quinta-feira, julho 06, 2006

A Ousada Adidas

A marca Adidas vem recriando a forma de comunicar-se com seus consumidores através de ações ousadas, criativas e surpreendentes. Não por acaso, a marca foi eleita anunciante do ano no último Festival de Cannes.
-
Trago hoje duas ações diferenciadas da marca germânica criadas pela agência TBWA dos respectivos países em questão. A primeira foi realizada em Amsterdam com o objetivo de divulgar a nova loja conceitual da marca, conhecida como Adidas Originals. Uma caixa de calçado da Adidas em tamanho surreal foi colocada no meio de uma praça (Leidse Square) no centro da cidade. Esta praça foi escolhida por, além de estar localizada próximo a nova loja, ser um ponto de encontro de turistas e amantes de esportes. Como podemos ver nas fotos a ação rapidamente chamou a atenção dos frequentadores da praça. É importante ressaltar que a caixa não continha sequer uma mensagem ou promessa publicitária.
-

-
A segunda ação foi realizada em aeroportos da Alemanha logo após a eliminação da seleção brasileira da Copa do Mundo. Nas esteiras dos aeroportos foram colocadas "encomendas" provenientes do Brasil e endereçadas ao capitão da seleção germânica, Michael Ballack. Não deixa de ser uma provocação a rival Nike.
-


* A segunda peça via Brainstorm

Gillette Guerrilha

Esta ação foi criada pela agência Ogilvy & Mather do Peru para os barbeadores da Gillette. Em vários postos de gasolina, os tradicionais limpadores de vidro, conhecidos como "rodinhos", foram transformados em barbeadores gigantes. O efeito desses limpadores com a espuma nos vidros remetiam ao ato de barbear. Uma idéia no mínimo inusitada.

terça-feira, julho 04, 2006

Do You See Music?

Um dos cases publicitários de maior sucesso nos últimos anos foi criado pela agência californiana Ground Zero para a Virgin Digital, o serviço de música online do grupo Virgin, concorrente do iTunes da Apple. A campanha, que inicialmente era para ser apenas um concurso comemorativo dos 35 anos da gravadora, rapidamente transformou-se num verdadeiro "Hit" de sucesso, capaz de agitar os neurônios de qualquer apreciador musical e virar uma epidemia no mundo virtual. Lançada no final de 2005, a campanha era composta por um site e um pôster onde através da colagem de objetos, cenas e situações que pareciam aleatórias, remetiam a nomes de bandas famosas, extintas ou em atividade, antigas e recentes. Ao todo são 74 bandas e artistas. É por isso que o título pergunta: "Do you see music?" (Você vê música?). Clique na imagem para ampliar e tente identificar o maior número possível de bandas e artistas.
-

A resposta está contida na imagem abaixo. Clique para ampliar.

Pouco depois foi lançado um comercial que escondia inúmeras referências visuais de nomes clássicos do rock. O comercial tinha a assinatura: "Exercise your music muscle" (Exercite seu músculo musical).

O vídeo está disponível para download aqui.

Underwater World

A marca Ariston, produtora de máquinas de lavar roupas, introduziu no ano passado uma campanha absolutamente fantástica visualmente. Para divulgar a linha Aqualtis, a agência Leo Burnett de Milão criou o filme intitulado “Il mondo sommerso” ou “Underwater World”, tão forte e impactante visualmente que conquistou o Gold Lion no Festival de Cannes deste ano. O comercial nos leva para dentro de uma máquina de lavar em funcionamento, mostrando de uma forma fantástica e surreal, roupas que transformam-se em criaturas marinhas, como se estivéssemos mergulhando na imensidão do oceano. O comercial termina com a frase “Big Inside”. A trilha sonora é “Ask The Mountains”, da cantora Stina Nordenstam, e retirada do álbum Voices de 1996. Para fazer o download do comercial clique aqui.
-

Be Careful

Uma campanha inteligente e criativa criada pela agência TBWA/Hunt/Lascaris da África do Sul para a marca de limpador de vidros e janelas I.C.U. Adesivos de pessoas em tamanho real foram colados em vidros e portas de shoppings, aeroportos e academias. Idéia diferente para demonstrar a principal característica do produto.



segunda-feira, julho 03, 2006

Try It Here

A agência alemã Jung Von Matt criou uma nova e criativa ação para a marca IWC, que produz relógios desde 1868. Utilizando uma nova modalidade de mídia, os anúncios dos relógios Big Pilot’s foram colocados em seguradores de ônibus nos aeroportos, criando uma experiência inusitada aos consumidores. A frase “Try It Here” (Experimente Aqui) faziam com que a ação se tornasse única.
-