segunda-feira, abril 24, 2006

Hungry Frogs

O principal objetivo do inseticida é exterminar insetos, principalmente mosquitos, formigas, baratas, abelhas, moscas e mariposas. Na grande maioria dos anúncios desses produtos são colocados fotos desses bichinhos indesejados. Anunciar inseticida e não mostrar insetos é uma idéia criativa e conceitual.

E foi justamente isso que a agência BBDO/Beijing da China fez para a marca Baygon. Os criativos partiram do conceito de como seria a vida dos principais predadores dos insetos. Para isso escolheram os sapos como predadores e que estão no topo da cadeia alimentar, pelo menos em relação aos insetos. O primeiro anúncio, intitulado “Frogs - Famine”, mostra sapos que por não terem insetos para comer, obviamente mortos pela ação eficaz do Baygon, estão magros, desnutridos, fazendo com que seus papos, sempre gordos e robustos para auxiliar no coaxado, estejam magros.


No segundo anúncio, intitulado “Frogs - Survival”, vemos um sapo, que por não resistir a fome e por falta de seu principal alimento, os insetos, acabou praticando o canibalismo, como podemos ver pelas perninhas dentro de sua boca. Em ambos os anúncios não são escritos uma única palavra, apenas a fotografia do produto como assinatura. Qualquer texto seria dispensável. É o ponto de vista do predador em relação ao produto. Uma idéia fantástica. Isto é o que podemos chamar de propaganda inteligente e totalmente conceitual, além de ser globalizada.

2 comentários:

Luiz Henrique Zaidan disse...

O conceito é ótimo, mas essa campanha não é original. A DM9 já fez uma com o mesmo mote há alguns anos, onde se mostravam tamanduás, sapos, plantas carnívoras etc segurando cartazes "will work for food" como mendigos. Até o layout é quase igual com fotona e assinatura de produto. Deve ter aparecido em algum anuário internacional (não duvido nada) e foi parar na mesa do diretor de arte chinês....

Kadu Dias disse...

Luiz Henrique, se vc quiser conferir essa campanha ela está nos arquivos deste blog.
Um abraço